terça-feira, 31 de março de 2009


"... E quando o som que cala faz gritar
Nós sonhamos... Viajem surreal
Chamas de vontade sem pensar
Chuvas de expressões em todo olhar..."


"A vida nos consome
Os padrões e mapeamentos que o sistema implanta
Em nossas mentes nos destroem
Nos matam aos poucos, nos vicia...
E nos torna dependentes do que não somos"



"Eu sou a força criativa da minha vida!"


Por Tchezar

segunda-feira, 30 de março de 2009

Vozes em Silêncio

Cai a noite no profano silêncio barulhento
Pensamentos mudos, vozes sussurrando
Num segundo, o momento de distração
Um sonho... No canto eu canto o encanto
Daquela canção que fiz para você
Apenas continuar a viver...


"A música é o meio de comunicação com nossa alma...
Alegra nosso espírito e nos evolui...

Nos faz viver..."


Por Tchezar

quarta-feira, 25 de março de 2009

O diamante mais belo


Seu sorriso é meu espelho
E seu olhar é minha verdade mais sincera
Seu cheiro me mostra o caminho das estrelas
E suas mãos me guiam ao paraíso
Em seu beijo posso sentir o que é o amor
E num simples abraço consigo meu maior conforto
Perplexo diante do complexo
Só vejo simplicidade no que dizem inconcreto
Pela paixão que encontrou o amor
Apenas o sentir
Onde palavras apenas tentam explicar
O diamante mais raro e belo
Simplesmente amor

Por Tchezar

A festa


Sob a terra enterro palavras
E para o céu jogo os poemas
A lua é porteira da minha festa
E as estrelas, curiosas, ficam apenas a observar
O vento, passageiro, sempre com pressa
E os grilos tocam no jardim da casa
Como convidados especiais, um bom vinho, um cigarro...
E o silêncio, ah! Esse sim, o astro da minha comemoração
Hoje, sem solidão, apenas na reflexão
De um coração que por um instante não quer cantar

Por Cesar

terça-feira, 24 de março de 2009

Mero desabafo

"A música renova a alma e evolui nossa espiritualidade"
(por Guzta Safer)


Partindo dessa premissa, vejo a música como um meio de comunicação entre o corpo físico e a alma. Um elo de energia, como o de uma oração ou uma meditação.
Acredito que cada estilo musical comunica nosso corpo/alma de uma maneira, cada uma para seu devido momento e, sendo assim, não deveriam existir barreiras dentro da música. Deveríamos todos enxergar como uma coisa só e fazer dela uma maneira saudavel de união.
Embora existam "coisas" que abomino, que não considero como música e sim uma prostituição dela, e como a própria palavra diz, quem da crédito para uma prostituta? Quem da valor pra isso? Na minha opinião, apenas os seres de nível inferior, que preferem viver na mediocridade, que passam pelo mundo de olhos fechados para sobreviverem numa "realidade" mais simples, mas fácil e menos recompensadora. Não que eu condene essas pessoas, cada um faz da sua vida o seu próprio filme.
Apesar de não concordar com esse estilo de vida, não condeno essas pessoas. Cada um faz a sua escolha e dentro disso conduzem seu modo de vida, construindo seu próprio filme a partir do que acreditam ser o melhor para si.
É... talvez essas pessoas sejam mais felizes do que outras que vivem a pensar... será?

(mero desabafo - por tchezar)

segunda-feira, 23 de março de 2009

A Mulher

A mulher é como uma flor
Nos faz perceber a natureza mais próxima
A beleza e a simplicidade mais pura
Como uma flor
E sentir a vida mais viva
Com a força e a delicadeza
Que um homem sozinho nunca conseguirá
Enxergar, único e só

By Tchezar

quinta-feira, 19 de março de 2009

Liberdade predatória


Bom seria se um dia pudéssemos caminhar livremente
Como pássaros a beira-mar
Dependente, porem contente
Num segundo de paz
E mesmo que num momento predatório...
Sendo parte fundamental do meio
Nao mais como um câncer do mundo...
Ou de si mesmo...
Livres
By Cesar

Relatos da Madrugada

O infinito profonado
No quiprocó de palavras nulas
O instinto hormonal
A verdade que se distrai
Entre centenas de amores
Uma única razão talvez
Não entender o sentir
Pois o que terá de ser será
Um sim ou um não, quem sabe
Poderia ser tão fácil e certo
Escolhas erradas sem perdão
Do inconsciente cego, incerto
Destoados do ventre materno
E o não ser na tentativa de ousar ser
Todo dia, em paz, em guerra
No inferno profundo das almas
Com a velocidade da luz
A lentidão de um coração
Princípios ativos
Valores na mão
Máscara de totem
Amor platônico
Amor de perdição

by Tchezar

quarta-feira, 18 de março de 2009

Saber aceitar



"A luz que te ilumina pode ser a mesma que a minha
Mesmo longe, distante, porém presente...
Luzente e sempre sorrindente...
Contente como a gente..."



"Saber quebrar paradigmas é ter a visão holística e capacidade de aceitar as pessoas da maneira que elas são"

segunda-feira, 16 de março de 2009

Cinzas na janela


O sol nascendo
Caiu uma lágrima
A leve brisa leva a fumaça para longe
Enquanto as cinzas se espalham pela janela
Um dia chegando
Outrora vendo apenas mais um dia
Não outro dia, apenas mais um...
E sentado, calado, mais uma lágrima, talvez sem explicação
A noite chega
E o silêncio da madrugada murmura mais que o sol
E de gole em gole as horas passam
Vejo o sol nascendo
Mais um dia, apenas mais um...
Mas amanhã será um novo dia... Vai...

1º Prêmio do Blog!!


Fiquei muito feliz com o 1º Prêmio do blog.
Em menos de um mês de vida, o "ponderamentosmeus" ganhou o prêmio "Dardos" do blog Minha Realidade (http://myonreality.blogspot.com).
Isso é realmente motivador! Estou muito agradecido!!

E eu repasso o selo para os seguintes blogs:

http://guztasafer.blogspot.com/
http://claukeit.blogspot.com/
http://floresnajanela.com/
http://noticiasqueencantammeusleitores.blogspot.com/
http://eu-pensei.blogspot.com/
http://twogueder.wordpress.com
http://cemanosdediversao.blogspot.com/
http://verdadesestranhas.blogspot.com/
http://risosedikas.blogspot.com/
http://drunkendrunken.blogspot.com/

Os indicados, porém, devem seguir algumas regras:

1. Exibam a imagem do Prêmio

2. Postem o link do blog pelo qual recebeu o Prêmio

3. Escolham outros 10 blogs para entregar o Prêmio

4. Avisem seus escolhidos.

E mais uma vez! Muito obrigado pelo apoio de sempre!!

domingo, 15 de março de 2009

Viver e sonhar...

Viver é mais que apenas sonhar
Isto é, quando sabemos viver
Valer a pena, bastar querer
Entre idas e vindas, aprender os atalhos
Remando nem sempre a favor da maré
Esperança é o que precisamos ter
Sonhos podem se tornar realidade
Os julgamentos são desnecessários
Não que não devamos questionar
Há sempre uma explicação para tudo
As vezes nem sempre com respostas imediatas
R
emando sempre se chega lá

sexta-feira, 13 de março de 2009

Sonhos

Sonhos...
Por que sonhar? Para que sonhamos se parece que a cada sonho, mais uma ilusão nasce?
Eu digo que os sonhos não são meras ilusões, e, sim, combustíveis para viver.
Quando sonhamos, buscamos algo, procuramos alguma coisa, seguimos em frente, acreditamos!
Somos do tamanho dos nossos sonhos! Portanto, se você sonha grande, logo, você se tornará algo na mesma proporção.
Logicamente, devemos realmente acreditar nisso e buscar com todas as forças pois nada acontece se não fizermos absolutamente nada.
Cada passo é um passo... Cada experiência vivida é nossa e de mais ninguém. Mesmo nos tropeços sempre encontramos algo que nos acrescente, mesmo que sofrendo num primeiro momento, lembrando que essa mesma dor nos tornará mais forte, desde que sejamos inteligentes e compreensíveis o suficiente para entender e outrora evoluir.
Precisamos ter uma visão holística das coisas com a certeza de que tudo, um dia, muda! Pra pior ou pra melhor, só depende de nós mesmos, pois cada um escreve sua própria história e, sendo assim, escreve o seu final feliz ou infeliz.
Abra sua mente! Sonhe! Acredite! Lute! Busque sua felicidade e o que te faz sentir melhor!
Não sobreviva nesse mundo! Viva e faça valer!!

quinta-feira, 12 de março de 2009

Ganância


Olha que foda!!
Essas tartaruguinhas nasceram em Roma e são filhotes de répteis achados há cerca de dois anos na mala de um traficante de animais.
Essa espécie é nativa do norte da África e restam menos de 10 mil exemplares na natureza.

O homem e sua mania insana de ganância, individualismo, possessividade e hipocrisia... Triste, mas é assim. Talvez, por ser-mos o topo da cadeia alimentar, temos mesmo que nos auto-destruir para "sobreviver".
O homem destrói a natureza sem pensar, aprisiona e/ou mata animais por simples luxo, engana seus irmãos, iludi a sí próprio...

E sem querer, muitas vezes aprisionamos o que amamos ao invés de simplesmente amar...

quarta-feira, 11 de março de 2009

Mudar: necessidade para evolução

o rei sol e a rainha lua contemplam mais um dia
as estrelas são as convidadas à noite
e ao dia os pássaros são os artistas
somos apenas espectadores
poderíamos não ser...
podemos ser...
se querer...


"A mudança nos desinstala, nos tira da nossa zona de conforto e nos força a fazer coisas de modo diferente, o que é difícil. Quando nossas idéias são desafiadas, somos forçados a repensar nossa posição, e isso é sempre desconfortável. É por isso que, ao invés de refletir sobre seus comportamentos e enfrentar a árdua tarefa de mudar seus paradigmas, muitos se contentam em permanecer para sempre paralisados em seus pequenos trilhos."

"...nos trilhos da música
em meio a trocadilhos líricos
entre um choro e um sorriso
num abraço ou num carinho
encontro meu ninho..."

terça-feira, 10 de março de 2009

O Anel

Um aluno chegou a seu professor com um problema:
- Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa, que não tenho forças para fazer nada. dizem que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota. Como posso melhorar? o que posso fazer para que me valorizem mais?
O professor, sem olhá-lo, disse:
Sinto muito meu jovem, mas agora não posso ajudá-lo, devo primeiro resolver o meu próprio problema. Talvez depois. E fazendo uma pausa, falou:
- Se você me ajudar eu posso resolver meu problema com mais rapidez e depois talvez possa ajudar a resolver o seu.
- Claro, professor, gaguejou o jovem, mas se sentiu outra vez desvalorizado.
O professor tirou o anel que usava no dedo pequeno, deu ao garoto e disse:
-Monte no cavalo e vá até o mercado. Deve vender esse anel porque devo pagar uma dívida. É preciso que obtenha pelo anel o máximo possível, não aceite menos que uma moeda de ouro. Vá e volte com a moeda o mais rápido possível.
O jovem pegou o anel e partiu.
Mal chegou ao mercado e começou a oferecer o anel aos mercadores.
Eles olhavam com algum interesse, até quando o jovem dizia o quanto pretendia pelo anel.
Quando o jovem mensionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saiam sem ao menos olhar para ele., mas só um velhinho foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel.
Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e uma xícara e cobre, mas o jovem seguia as instruções de não receber menos que uma moeda de ouro e recusava as ofertas.
Depois de oferecer a jóia a todos que passavam pelo mercado e abatido pelo fracasso, montou no cavalo e voltou. O jovem desejou ter uma moeda de ouro para comprar o anel, assim livrando a preocupação de seu professor e assim podendo receber sua ajuda e conselhos.
Entrou na classe e disse:
- Professor, sinto muito, mas é impossível conseguir o que pediu. Talvez pudesse conseguir 2 ou 3 moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o preço do anel.
- Importante o que me disse meu jovem, contestou sorridente.
- Devemos saber primeiro o preço do anel. Volte a montar no cavalo e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o preço exato do anel? Diga que quer vender o anel e o quanto ele te dá por ele. mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda. Volte aqui com o meu anel.
O jovem foi ao joalheiro e lhe deu o anel para examinar. O joalheiro examinou o anel com a lupa, pesou o anel e disse:
- Diga ao seu professor que, se ele quer vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel.
- 58 MOEDAS DE OURO! Exclamou o jovem.
- Sim, replicou o joalheiro, eu sei que com o tempo eu poderia oferecer cerca de 70 moedas, mas se a venda é urgente...
O jovem correu emocionado a casa do professor para lhe contar o que correu.
- Senta, disse o professor e depois de ouvir tudo o que o jovem lhe contou, disse:
- Você é como esse anel, uma jóia valiosa e única. Pensava que qualquer um poderia descobrir o seu verdadeiro valor?
E dizendo isso, voltou a colocar o anel no dedo.
- Todos nós somos como esta jóia. Valiosos e únicos e andamos por todos os mercados da vida pretendendo que as pessoas nos valorizem.
REPENSE SEU VALOR!




Suco de Luz

Feito de grãos germinados, frutas, legumes e vegetais, o suco de luz é um bioenergético com propriedades antioxidantes, anti-inflamatória, anti-cancerígena, benéfica para a circulação sangüínea, para o sistema imunológico, controlar o nível de colesterol, diabete, auxilia na desintoxicação do organismo, contendo 20 mil vezes mais nutrientes do que outros alimentos.
O suco de luz é tido como alimento vivo por conter uma grande quantidade de clorofila e, conseqüentemente, uma energia digna da luz do sol.
É um belo complemento para reenergizar o corpo, principalmente para quem vive em grandes metrópoles, onde o estresse e a má alimentação acabam consumindo toda nossa energia.

Para quem quiser aprender a fazer o suco, fica aqui a receita:

Coloque 2 maças picadas sem sementes no liquidificador junto com os legumes (cenoura, inhame e gembibre) e as hortaliças (folha de couve, chicória, hortelã) e um punhado de grãos. Bata tudo com a ajuda de um pepino que será usado como socador para ajudar a extrair o líquido que mora dentro dos vegetais e em seguida coe com um coador de pano. É indicado que se beba logo após o preparo.

Assista o vídeo que explica melhor o preparo do suco da luz:

video

Para germinar os grãos:

1. Coloque de 1 a 3 colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água limpa e deixe de molho por uma noite (8 horas);
2. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxague bem sob a torneira;
3. Coloque o vidro inclinado num escorregor, num local sombreado e fresco;
4. Enxague pela manhã e noite. Nos dias de calor é necessário enxaguar mais vezes.
5. Consumir logo após o início do processo de germinação.

Sujestão para as sementes:
Todas as sementes comestivas pelo homem: girassol, painço, niger, colza, aveia, trigo, linhaça, arroz, centeio, gergelim, grão de bico, lentilha, amendoim, etc.

(clique nas imagens para ampliar)

Se eu fosse você, faria já!

segunda-feira, 9 de março de 2009

Tempos...



...e num minuto transformo o vinho em água
faço e desfaço sonhos de castelos e martelos
busco a vida matando-me dia-a-dia
num ato profano de sangue e glória
a luta para sobreviver em vão
e poder viver, são, nesse mundo
em passos curtos e rasteiros
são apenas escadas de um plano ainda menor...

em sambas de uma nota só
nos muros de uma construção
de casas pré-fabricadas
na roda da malemolência
vendo a banda passar
com olhos coloridos
e falando de amor...

Ronaldo é Gol


Quem diria... Ronaldo voltou pela 3ª vez, mesmo após mais uma cirurgia no joelho, mais escândalos, problemas, intrigas, julgamentos...
Pois é... ele voltou!
E voltou em grande estilo, mostrando que uma vez que se nasce com a estrela, sempre será estrela... Um fenômeno que não precisa nem estar em forma para marcar um gol no que talvez seja o maior clássico brasileiro e no último minuto de jogo.
Eu, como bom palmeirense, sou antes de tudo, amante do futebol e não escondo minha alegria em vê-lo voltar a jogar e marcar um belo gol, mesmo sendo justamente contra o meu time do coração.
Porque Ronaldo, acima de tudo, não marcou um simples gol... tudo bem, é óbvio que um gol no último minuto contra o arqui-rival de seu atual clube já é uma grande coisa. Mas ele foi além... Mostrou para o mundo que com garra, perseverança e amor pelo que faz, podemos alcançar o possível e o impossível...
E ficou provado, não foi a toda que nosso maior fenômeno dos últimos tempos foi considerado o melhor do mundo 3 vezes e é o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo.
Sem dúvidas, é um verdadeiro fenômeno!
Que seu exemplo seja seguido.
E fica como lição: nunca duvide da capacidade de um ser humano!
Ainda mais um ser humano que assim como Pelé, Garrincha e Romário, nasceu iluminado pela estrela da bola. E que fique bem claro... Essa estrela só brilha quando fazemos valer, quando lutamos com o coração, com amor, com paixão, força e, acima de tudo, coragem! Um verdadeiro exemplo de superação, de que quando caímos, podemos sim levantar quantas vezes forem precisas.
Ronaldo provou mais uma vez que o brasileiro é o melhor do mundo no futebol. E por que não podemos ser os melhores do mundo na política, na educação, na vida?
Espero que nossos jovens tomem isso como exemplo, não só para o futebol, mas como um espelho de garra e vontade e quem sabe, assim, possam surgir novos fenômenos que façam nosso país também ser um novo fenômeno! E porque não o mundo todo também?
Somos o limite de nossas limitaçõs... O impossível nunca será nosso limite!

domingo, 8 de março de 2009

No Canto do Poeta Morto

aquela paz, embora paz
que se fez de mim por enquanto
luziu misteriozamente em sua porta
que fechada estava e sem janelas
me dispensou para depois se arrepender

mas não faz mais uma vez, não...
se esconda de mim que é o melhor a fazer

para mim, para nós e de nós mesmos
a ação que gera a reação oposta
num encontro de almas
que não querem se encontrar
porque ainda não faz parte de você

só faz de mim

mas não faz mais uma vez, não...
se esconda de mim que é o melhor a fazer

e me faça valer bem melhor
o perdão de sofrer por mim mesmo
já não é igual ao seu
e procuro a paz
eu quero viver
no canto do poeta morto
é lá que estarei

("No Canto do Poeta Morto" - Tchezar)

sábado, 7 de março de 2009

Peace And Love

Sempre busco a honestidade, os bons sentimentos, as boas ações e intenções, ajudar com humildade e colaborar com o coração. Nem sempre minha ação é a mais sensata, porém, garanto que em pelo menos 90% das vezes faço o melhor e o resto, erro com o coração...
Já me disseram que quando erramos optando por ouvir nosso coração, não erramos tanto assim... Será que é verdade? Todo ato trás alguma conseqüência e o tempo nunca volta atrás...
Sempre me pergunto se estou no caminho certo, pois o que mais tenho visto por aí é exatamente o oposto... Pessoas agindo por impulso, tendo atitudes mesquinhas, de caráter egoísta e interesseiras.
São essas mesmas pessoas que vemos sorrindo todos os dias pelas ruas, pelos bares, etc... São essas mesmas pessoas que vemos com grana no bolso, com celular novo, carro bacana, rodeados de amigos...
E eu? Que procuro ser correto, agir sempre pelo lado do bem, pela coletividade? O que eu ganho? O que eu tenho?
Pois é... Durante anos e anos essas perguntas se conflitaram em minhas noites, junto à meu travesseiro...
Confesso que por vezes cheguei a oscilar em cair para o lado errado do muro... Mas, talvez, por sorte minha, meu muro é alto e me impediu de passar.
Hoje durmo tranqüilo, sabendo que tenho feito a minha parte. Feito o que eu acredito ser o certo.
Mesmo ouvindo coisas ruins por todos os lados, mesmo sabendo que tem muita gente procurando apenas me sacanear, que procura minha amizade por mero interesse, sigo o meu caminho, calado, fazendo, sem cobrar nada, tentando ao menos dar o meu exemplo para alguém. Sei que o mundo está doente... Ainda há esperança. Basta tentar-mos, basta ter consciência, fé e amor no coração.
É hora do desapego... Os bens materiais e as atitudes mascaradas são descartáveis.
O que fica de verdade é nossa honra, nossos sentimentos e tudo de bom que cultivamos durante toda a vida...


...a paz deve existir dentro de nós... não é algo para ser buscada e sim cultivada todos os dias...

"No plano pessoal, paz designa um estado de espírito isento de ira, desconfiança e de um modo geral todos os sentimentos negativos"

é o que tenho buscado... sempre...

sexta-feira, 6 de março de 2009

Somos sempre capazes


Certa lenda conta que estavam duas crianças patinando em cima do um lago congelado.
Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam sem
preocupação.
De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu na
água.
A outra criança, vendo que seu amiguinho se afogava de baixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear com todas as suas forças, conseguindo quebrá-lo e salvar seu amigo.

Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que você tenha quebrado o gelo com essa pedra e suas mãos tão pequenas!
Nesse instante, apareceu um ancião e disse:
- Eu sei como ele conseguiu!
Todos perguntaram:
- Como?
O ancião respondeu:
- Não havia ninguém ao seu redor para dizer-lhe que ele não seria capaz......




META - A gente busca
CAMINHO - A gente acha
DESAFIO - A gente enfrenta

VIDA - A gente inventa

SAUDADE - A gente mata

SONHO... A gente realiza!



Ps.: Desculpem-me, mas não lembro quem é o autor do texto acima.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Amar: Futilidade necessária

"Um simples abraço, o sorriso no olhar
O entrelaçar dos dedos se acariciando
Poses de afeto, a fuga do mundo
Como um simples cafuné
Ou mesmo aquele filme chato num dia frio que nos fez dormir
Juntinhos, abraçados, enrolados na coberta...
Somente a futilidade que faltava para nós dois...
E todos nós..."

A boa da semana


Para quem é de São Paulo ou vai passar pela cidade por esses dias, a dica é o evento Restaurant Week, que está rolando desde o dia 2 de março e permanece até o dia 15 deste mês.
Para quem aprecia uma bela comida, é uma ótima oportunidade. Durante estes dias, diversos restaurantes chiques como o Aizomê, PJ Clarke´s (renomado restaurante de NY), entre outros cotados como os melhores da cidade, oferecem um cardápio especial ao preço fixo de 25 Reais, o almoço, e 39 Reais, o jantar.
Além disso, pagando 1 Real a mais, você ajuda uma instituição que atende crianças carentes.
Com certeza é uma bela pedida. Vale a pena conferir.
Lembrando que a gastronomia paulistana é reconhecida em todo o mundo. Por tanto, é uma grande chance de conhecer e apreciar uma das melhores comidas do planeta.
O editor de gastronomia Arnaldo Lorençato selecionou uma lista de 74 restaurantes dentre os 122 participantes do Restaurant Week. Para quem quiser conferir, aqui está o link dessa belíssima seleção: http://vejasaopaulo.abril.com.br/red/evento-restaurantes/lista.shtml

"Última Canção"

Acordes em disfunção
Diáfano de paixão
Num instante, uma vida
Profanado num segundo
A sorte de estar
Sem alarde, talvez covarde
entre versos e controversas
A prosa e a poesia se unem
Numa única canção
A canção

Amizade verdadeira


Ainda garoto, Douglas mudou-se para uma casa humilde no interior do Estado de São Paulo. Era mirradinho, tímido, simples, mas tinha um brilho nos olhos que mostrava tamanha inocência e amor no coração. Junto de seu melhor amigo, sonhavam e ser policiais e combater os vilões de sua cidade.
No início da adolescência, Douglas mudou-se para a Capital pois seus pais gostariam de matriculá-lo numa escola boa para que ele tivesse maiores chances de ter um futuro bom. Teve dificuldades em se habituar com a nova vida, com o novo local. Sentia falta dos amigos, de brincar na rua, do canto dos pássaros...
Após alguns meses, o garoto adaptou-se a cidade grande. Agora fazia academia, tinha um visual descolado, era popular na escola, gostava de trocar o dia pela noite. Já não se lembrava de sua vida no interior.
Quando adulto, virou promotor de festas, morava num apartamento junto de mais 2 amigos, comprou um carro maneiro e vivia rodeado de pessoas interessantes. Seus pais acabaram voltando ao interior, pois preferiam uma vida mais calma, como a que tinham antes.
Certa noite, após uma festa regada de mulheres e cerveja, Douglas sofreu um acidente terrível numa disputa de racha na avenida principal da cidade. A batia foi horrenda, Douglas sofreu traumatismo craniano e uma de suas pernas fora amputada. Também atropelou um homem pobre, trabalhador e pai de família.
Douglas passou 2 meses internado no hospital. Gastou todo seu dinheiro, perdeu seu emprego e vendeu seu carro, tudo para pagar os custos de internação e a indenização pelo atropelamento. Não conseguiu sequer avisar seus pais sobre o incidente, pois havia perdido contato com eles já há alguns meses.
Quando saiu do hospital, o rapaz foi expulso de seu apartamento, pois não tinha mais condições de ajudar com o aluguel da casa. Todas aquelas pessoas interessantes agora o tratava como um completo desconhecido. Douglas se viu sozinho, desamparado, sem idéia do que pudesse fazer dali em diante. Lembrou-se da sua vida no interior, do tempo em que a vida simples lhe trazia felicidade, dos seus amigos, do canto dos pássaros... Lembrou-se do seu melhor amigo, de suas travessuras, do sonho de ser policial...
O rapaz decidiu voltar para o interior, mas não havia sobrado dinheiro algum. Mesmo morto de fome e com dificuldades de locomoção, após implorar por serviço, conseguiu um bico num restaurante. Passou o dia lavando pratos até conseguir o dinheiro para a passagem do ônibus que o levaria de volta ao interior no último horário.
Durante todos as 7 horas de viajem, mesmo cansado e com fome, Douglas não conseguiu nem ao menos cochilar no ônibus. Só pensava em seus pais, em sua antiga vida.
Ao chegar na cidade seus olhos se encheram de lágrimas. Havia muita coisa diferente e muita coisa parecida ao mesmo tempo... Ouviu o canto dos pássaros e chorou sentado num banco da pracinha central. Começou a rezar até que desmaiou de exaustão. Foi acordado por um homem de terno azul marinho que o perguntou o que fazia dormindo ali. O homem tinha uma aparência serena, apesar do tom forte com que falava.
Assim que Douglas conseguiu abrir os olhos e focalizar o homem de terno, seu coração disparou. Douglas, sem saber porque seu coração havia disparado, sorriu ao homem de terno e explicou sua triste história.
O homem de terno respondeu: "Estou completamente decepcionado com você. Você é um idiota. Esqueceu seus valores, perdeu sua dignidade. O que você fez da sua vida foi muito errado, você estragou tudo. Tenho mulher e 2 filhos pequenos e poderia ser eu o atropelado. Sou o delegado chefe dessa cidade e minha vontade era de te surrar e mandá-lo para a cadeia. Além do mais, não é permitido dormir em praça pública e não admitimos mendigos aqui. O que aconteceu, meu Deus? Como isso pode acontecer com meu amigo? Douglas, me da um abraço aqui!"
Nesse momento, Douglas também reconheceu seu melhor amigo. Os dois se abraçaram durante um bom tempo, choraram e sorriram.
Hoje, Douglas mora com seus pais, ajuda na despesa de casa trabalhando como escrivão da 2º DP da cidade, faz doações mensais à um orfanato e faz palestras nesta mesma instituição.


"Amigos e amigos... Amigos que vão, amigos que ficam... os que vão, geralmente são os que parecem ser bons amigos hoje, que fingem te dar a mão por simples conveniência naqueles momentos aparentemente, maus momentos, e que sempre concordam com você por mais que você esteja completamente errado... Já os que ficam são aqueles que nem sempre estão presentes, que te manda tomar no cú quando você erra, que te rasga verdades na cara mesmo não te agradando nem um pouco e te faz se morder de raiva quando você deita na cama e compreende que o que você acabara de ouvir é a mais pura realidade realidade, e, que depois disso, te ajudam quando você opta pelo melhor caminho. Estes são aqueles que realmente merecem ser chamdos de "meus amigos" porque são verdadeiros, são reais e não querem apenas mais uma companhia interessante pra balada... amigos!"

Necessidade ou futilidade?



Há cerca de 6 anos atrás, ninguém imaginava que um aparelho como o iPod ou mesmo outros modelos de mp3 player´s pudessem vir a ser tão populares e desejados por um número imenso de pessoas. Voltando um pouco mais no tempo, antes da década de 90 o aparelho celular era totalmente longe da realidade da população.
Para a nova geração, é impossível imaginar a vida longe dos celulares, mp3´s, pc´s, etc. Em contrapartida, muitas pessoas acima dos 40 anos passaram mais da metade de suas vidas sem se imaginarem utilizando aparelhos como estes e hoje se vêem extremamente dependentes dos mesmos.
Se o celular nem se quer existia, não fazia falta alguma para essas pessoas. Então, por que atualmente ele se vê tão necessário em suas vidas?
O notório é que o ser humano, desde seus primórdios, sempre carregou consigo a necessidade de se comunicar, de se expressar de diversas maneiras, seja pela música, pela fala, pela escrita, por gestos. Talvez a grande sacada tenha sido de homens capazes de descobrir necessidades nas pessoas, antes mesmo de elas existirem.
Fica então uma questão. O homem, no desejo de suprir necessidades escraviza a si próprio ou ele simplesmente busca a sua evolução a fim de facilitar sua vida?

Dicas de bem estar



Procure ter um horário fixo para dormir e acordar. Tenha em média, 6 a 8 horas de sono diários.
O corpo necessita dessas horas de descanso para poder se reorganizar e se restabelecer.
Procure dormir num local confortavel, sem televisão ou som.
Não leve uma vida sedentária. Faça alongamentos sempre que puder, e, se possível, procure praticar algum esporte ou exercer qualquer atividade física.
Tenha uma alimentação adequada e regrada. Coma frutas pela manhã no desjejum, antes mesmo de tomar seu café ou leite. Procure comer de 2 em duas horas, mas se não for possível, nunca se esqueça do café da manhã, pois é sua principal refeição.
No almoço, coma o suficiente. Não seja guloso pois o excesso de comida faz mal ao organismo. No jantar, procure comer menos e se abasteça com alimentos mais leves, dando preferência as verduras e legumes para facilitar a digestão durante a noite. O excesso de comida e comidas gordurosas e calóricas são mais difíceis de serem digeridas e atrapalham o sono. Comendo menos se tem um sono mais saudável.
Não se esqueça de fazer uma pequena pausa após o almoço. Não engula tudo depressa e volte correndo ao trabalho. Mastigue bem os alimentos e ao término, procure descansar por pelo menos 15 minutos.
Mantenha sua fé em dia, independente de sua religião. Se for católico reze, se for budista medite e assim por diante. Se não tiver religião, pelo menos agradeça a sua vida pelas coisas boas (mesmo nas horas ruins) e nunca perca a esperança, pois é isso que move as pessoas para frente.
Sempre que estiver num momento de aborrecimento, pense em alguma coisa boa durante uns 5 minutos, seja na pessoa que ama, nos seus amigos, numa balada boa, num dia de descanso na praia...
E procure sempre fazer o bem para as pessoas. Tudo o que vai, uma hora volta. Essa é a lei da vida!
Viva bem!