segunda-feira, 22 de junho de 2009

Timidez


Num quiproquó de idéias nulas
As palavras ascendem desordenadamente
Os sentimentos se estapam
As emoções se anulam
E os momentos parecem não ter apenas um fim
Num piscar de olhos, a ilusão
No afago das mãos, a erupção
Quiseras eu dizer-te as palavras
E não apenas chorar a emoção
A boca calada gostaria de soar
Enquanto o calor no peito continua a suar
O cintilar dos olhos que desviam dos seus
Não negam a quimera de estar contigo
Despeço-me como outro dia qualquer
Em passos lentos para seu perfume respirar
É mais um dia que se vai
Menos um dia para o meu sonhar
O amanhã é o meu presente
Até o dia em que teu perfume me guiar

17 comentários:

  1. Adorei .. já tive momentos de timidez e vc conseguiu descrever direitinho sentimentos sentidos .. rsrsrs

    Abç.

    ResponderExcluir
  2. Ae mano Blog muito Bacana !
    Gostei desse poema !
    Irei copiar e mostra para minha mae da na escola dela !
    Parabens !
    mesmo !

    Tiver afim de parcerias add msn ae !
    wender.radical@hotmail.com

    Estamos fazendo parcerias de link tbm !

    ResponderExcluir
  3. Já tinha vindo aqui! Bastante poesia comtemporânea! Parabéns!
    Vc sabe fazer poemas!

    ResponderExcluir
  4. que graciiinha *-* haha..timidez é foda --'

    ResponderExcluir
  5. acho q vc deveria escrever um livro..!

    ResponderExcluir
  6. Oi Thezar!

    A princípio pensei em uma timidez generalizada, depois fui levada a uma "timidez amorosa", romanceada...Um turbilhão de sensações angustiantes, suor frio, palpitações, respiração lenta...Sensações que podem nos levar ao cardiologista, mas saberemos que ele não resolverar, kkk.

    ResponderExcluir
  7. antes eu era tímida demais, hoje não sou e acho que isso é tão bom!
    Timidez mata. Não assim, na lata, er :B mas mata, por dentro, no desespero de tentar se soltar e mostrar quem és.

    Adorei ^^

    ResponderExcluir
  8. Poxa, eu não sou de gostar de poemas, não sou de ler muita coisa e também não sou de puxar o saco...
    Mas gostei muito das suas postagens... Tive a oportunidade de ler algumas, incríveis! Acredito que não sou a única, mas serei uma leitora fiel ;]

    Boa sorte com tudo!

    Abraço

    Adnei

    ResponderExcluir
  9. Olá? Adorei o que escreve, também costumo escrever no blog do myspace... uma válvula de escape. Mas você escreve muito bem... Parabéns.Depois dá uma passadinha lá. '
    www.myspace.com/japds

    ResponderExcluir
  10. mais uma vez vc usou umas imagens [eu digo com as palavras no texto] bem bacanas pra construir sua idéia. ponto pra imagem de ilustração q escolheu tb.
    abraço

    ResponderExcluir
  11. Parabéns não só pelo poema, mas pela escolha certa das palavras...
    Parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. No começo lembrei de como me sinto quando quero escrever, sinto palavras pulando, mas não tenho nada no acúmulo das idéias.

    Depois, bem, a timidez. Ahhh, maldita. Eu considero ela um bloqueio tão chato! É um receio de como ser visto, de como imaginar que estão imaginando a gente... É tudo tão complexo.

    E você não vai.
    Você não faz.
    Você não diz.
    Você prende.
    Você sofre.
    Você fica sonhando.

    VC SE ARREPENDE.

    Cheiros.

    http://espelhoinverso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Maravilhoso!
    Tudo perfeito: a escolha das palavras, o poema, como você colocou a timidez!

    Ah, a timidez...

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Texto perfeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeito! *-*
    adoooorei, adoreei mesmo! :D
    (ainda mais eu q sou super tímida --')
    adorei o blog tbm ;D

    ResponderExcluir